St. Barths de A a Z

St. Barths de A a Z

Publicado em 02/03/2015

Quando ir
Como Chegar
Quanto tempo ficar
Hospedagem
Locomoção
Praias

Sobre Saint Barthélemy/St. Barth/St. Barths

 

Saint Barthélemy, St. Barth ou St. Barths, como queira chamar, é uma pequena ilha localizada no Caribe leste.  As ilhas mais próximas são St. Maarten/St.Martin, Anguilla, Saba, St. Eustatius e Ilhas Virgens Britânicas. St. Barth é um território pertencente à França.

2_ilha

Foto: Vista aérea de St. Barth. Fonte: http://www.st-barths.com/.

Muitos afirmam que é a ilha mais luxuosa do Caribe, reduto de celebridades “hollywoodianas”, ricaços e jogadores de futebol e repleta de iates e lojas de luxo.

Essa ilha lindaaa, é o verdadeiro Caribe luxuoso, uma ilha para poucos, uma ilha pra quem tem “bala na agulha” não para nós pobres mortais hehehe! Somos pobres mortais sim, e somos teimosos e curiosos também por isso fomos nos aventurar em St. Barth.

1_mapa

Moeda: Euro.

Levamos dólar americano e tivemos dificuldades, a maioria dos estabelecimentos não aceitam o dólar e os poucos que aceitam fazem a conversão que desejam, ou seja totalmente favorável ao estabelecimento e desfavorável para o viajante.

Idioma: Francês.

Fuso horário:  -1 hora em relação ao horário oficial de Brasília.

Visto: Brasileiros não necessitam de visto para entrada em St. Barth.

Vacina da Febre Amarela: Não necessita.

Seguro de Viagem: Não é uma exigência para entrada na Ilha, mas é sempre mais seguro ter, nós fizemos.

Eletricidade: 220 volts.

População: 8.400 habitantes.

 

Quando ir

St. Barth está localizada no leste do mar do caribe e está na rota dos furacões. A temporada de furacões no Caribe vai de junho a novembro, com maior probabilidade entre agosto e final de outubro. A alta temporada é de dezembro até a Páscoa.

3_mar

Foto: Plage St. Jean, Saint Barth em março de 2014.

 

Como chegar

Para chegar até St. Barth é necessário comprar passagens com destino à ilha de St.Maarten/St.Martin que é a ilha que possui o maior aeroporto da região e o único que comporta pousos e decolagens de aeronaves de grande porte que operam longos trechos. Nós fomos com a Copa Airlines, que faz sempre conexão no Panamá que NÃO exige visto para brasileiros, mas você pode voar pra lá também com a Delta, United, American Airlines, US Airways, lembrando que essas quatro últimas companhia citadas fazem conexão nos Estados Unidos onde é exigido visto para brasileiros mesmo que o passageiro esteja apenas em trânsito no país. Chegando à St. Maarten você terá duas alternativas para chegar à St. Barth: pelo mar ou pelo ar.

Pelo mar: Nós fomos de ferry boat com a empresa Voyager, contato: (+590) 871068 [email protected] e http://www.voy12.com/ saímos da Captain’s Oliver Marina do lado francês da ilha de St. Martin, o catamarã era enorme, novinho e bem estruturado. Pagamos 85,00 dólares por pessoa ida e volta.

4_mar

Foto: Captain’s Oliver Marina do lado francês da ilha de St. Martin. Local de onde saiu o nosso catamarã para St. Barth.

 

5_mar

Foto: Feliz da vida rumo à St. Barth, ao fundo St. Martin.

 

Há também uma outra empresa que faz esse trecho a Great Bay Express, o valor por pessoa era 110,00 dólares ida e volta e o barco sai da famosa Bobby’s Marina em Philipsburg capital do lado holandês de Sint Maarten, contato: (+599) 5420032 [email protected] www.greatferry.com.

Se preferir você pode fretar um barco ou uma lancha.

Lembrando que esses valores são referentes a março de 2014.

 

Pelo ar: A pequena empresa aérea St. Barth Commuter opera o curto trecho entre St. Maarten à  St. Barth, saindo do Aeroporto Internacional Princess Juliana em St. Maarten. Site da empresa http://www.stbarthcommuter.com/ outra opção é fretar um aviãozinho, que tal?!

6_mar

Foto: Aeroporto de St. Barth, ao fundo a belíssima praia de St. Jean.

 

Quanto tempo ficar

Nós recomendamos uma estadia de 3 dias. St. Barth é uma ilha bem pequena e é possível curtir bem em 3 dias. As praias são lindas.

Nós estávamos hospedados em St. Maarten e fomos à St. Barth para uma day trip.

St. Barth é uma ilha realmente muito cara e sabíamos disso (fomos lá de teimosos), por isso nem se quiséssemos muito poderíamos ter ficado mais, não tínhamos “bala da agulha” pra tanto :(  rsrsrsrs mas o nosso dia de brincar de ser rico em St. Barth foi bem aproveitado e conseguimos conhecer quatro praias lindíssimas! Valeu muuuuito a pena!

7_mar

Foto: Plage Saline, Saint Barth em março de 2014.

 

Hospedagem

Conforme já relatamos nesse post, nós passamos apenas um dia na ilha. Saímos cedinho da ilha de St. Martin, onde estávamos hospedados, para um passeio de um dia em St. Barth, retornando com muita tristeza no início da noite para a nossa base em St. Martin.

Como nós não tivemos a oportunidade de ficar hospedados em St. Barth não podemos indicar um hotel para estadia.

O que eu posso dizer é que pelo luxo que é St. Barth eu acho difícil que exista hotel ruim e barato na ilha.

 

Locomoção em St. Barth

A melhor forma de explorar a ilha é alugando um carro, moto ou quadricíclo. A ilha é bem pequena porém extremamente íngreme e com curvas perigosamente sinuosas, o trânsito é tranquilo e existem poucas placas de sinalização e pra ajudar, tudo em francês, mas até que não foi difícil!

Nós desembarcamos no Porto de Gustavia em St. Barth e fomos logo procurar um carro para alugar pois já tínhamos em mente o roteiro de 4 praias que queríamos conhecer e precisávamos de um carro para otimizar nosso tempo e poder aproveitar bem nosso único dia na ilha.

Entramos numa loja de perfumes que também alugava de carros e adivinhem só????

70,00 euros (eu disse EUROS) a diária do carro, okay, muito obrigado! Vamos para um plano B? Simmm!!!

Então caminhamos mais um pouco e chegamos até uma loja que alugava motos, preço: 55,00 dólares a diária de uma moto 150 cilindradas, observem bem a palavra DÓLARES, perfeito pois nós só tínhamos dólares mesmo 😉 perfeito…nem tanto porque 55,00 dólares é o preço de uma diária de carro em qualquer outro lugar e teoricamente pagar 55,00 dólares por uma diária de uma motinho foi beeeem caro, mas nessa altura do campeonato nós já estávamos dando pulos de alegria por ter encontrado uma alternativa mais barata e conseguir colocar nosso plano de explorar a ilha em prática. E lá fomos nós…

8_moto

Foto: No meio do caminho pausa para selfie.

St. Barth é provavelmente a ilha mais cara e luxuosa do Caribe, a prova disso é que (infelizmente) pagamos 10,00 EUROS por uma garrafinha d’água, isso mesmo 10 euros, o euro custa R$3,25 faça as contas! A água mais cara de nossas vidas (até gora). Essa parte foi decepcionante de conhecer St. Barth. Mas sua beleza sem igual compensa! Amamoooossss…

E se você quer se nós nos arrependemos dessa maluquisse dos pobres mortais aqui de ir passar um dia nessa ilha; a nossa resposta é NÃOOO!

Não, realmente nós não no arrependemos, foi ótimo, uma experiência incrível.

A ilha é belíssima e nós suuuper recomendamos que você também conheça esse paraíso francês em pleno mar do Caribe!

E se você ficou curioso (a) para saber tuuudo sobre as deslumbrantes praias de St. Barth não perca tempo clique aqui e leia nosso post sobre as 4 lindas praias que conhecemos na ilha nesse dia intenso, inesquecível e que nos rendeu maravilhosas fotos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>